O Hearthstone encontra entusiasmo e paixão nas universidades. Os estudantes, para além do desafio de conciliar estudos com treino, costumam ser assíduos consumidores do conteúdo do jogo, acompanhando streams, discussões e atualizações. Agora eles têm a oportunidade de usar sua paixão para representar sua faculdade. No Grupo C, três organizações estudantis da Unicamp confrontaram a WasDevils, que deixou a sua marca na competição.

Conheça as duplas que formaram o Grupo C nesta terceira reportagem sobre a fase de grupos.  

 

A Unicamp Tritons está vindo para ganhar, em suas próprias palavras. Lucas “Torph” Barbossa e Vinícius “b4lbs” de Souza se conheceram nas seletivas da antiga Unicamp Esports League (UESL) e, desde então, mantém constante conversa e amizade. Segundo b4lbs, os dois fazem questão de fazer as decisões juntos, mantendo comunicação durante as partidas. Torph destaca ainda que, para tomar melhores decisões, é essencial que competidores de Hearthstone acompanhe streams e videos de jogadores profissionais.  

Muitas vezes é difícil você ter certeza de que está fazendo a coisa certa no jogo.

Não é fácil ver causa e consequência em Hearthstone. Ver a  opinião de outros

jogadores te ajuda a enxergar suas possibilidades em uma escala maior e

enxergar o que você não conseguia perceber pessoalmente.

Torph sobre acompanhar proplayers de Hearthstone

A Tritons se classificou para as quartas de final com a WasDevils, cujo desempenho impressionou a dupla campineira. “Não tivemos a chance de enfrentá-los, mas ficamos impressionados com eles no Grupo C, eles estão fazendo umas plays muito corretas”, conta b4lbs. “Não só eles, como os times que estão passando para as quartas estão muito bons. Vai ser bem mais difícil do que no último split”, Torph complementa. Diante do desafio, a dupla da Tritons diz estar animada para treinar mais, experimentar mais e conquistar a vaga para grande final.

Das minhas conquistas, gosto de lembrar do Split passado, que eu participei da final.

Nossa, estar no palco do TUES foi uma sensação absurda. A produção, os narradores…

foi uma sensação incrível. Foi uma grande conquista pra mim.

Quero estar lá de novo esse ano! (risos).

Torph sobre a final do TUES

 

A AAAKI Mad Ants da Unicamp Limeira é uma das mais antigas veteranas do TUES. Participando do torneio desde sua primeira edição, a AAAKI trouxe para o 2º Split uma dupla apaixonada por Hearthstone, apresentando o calouro João Pedro “KAisck” Sproesser. KAisck sempre gostou de jogos de carta e jogos da Blizzard, a união dos dois acabou se tornando sua nova paixão. Ele comenta sobre sua participação no torneio.

Foi minha primeira vez participando de um campeonato, curti demais!

Eu tinha esperança de passar para a próxima fase,

jogar o torneio por completo. Infelizmente não rolou,

mas a experiência foi ótima e espero participar de novo.

KAisck sobre o 2º Split

Sobre a eliminação, David “Dopstil” Opstil, que compete o campeonato desde a sua primeira edição, disse que sabia que não seria fácil, mas ficou surpreso por não terem passado para a próxima fase. KAIsck conta que tem tido dificuldade em conciliar estudos com treino, mas espera que ele e Doplustil possam voltar com tudo no primeiro Split de 2018.

 

Para quem pensa que o forte da WasDevils não é o Hearthstone, espere até conhecer a dupla dos caras. Guilherme “HerrDenker” Kamke e Orandis “sharhappynes” de Oliveira, estudantes da UTFPR Campo Mourão, estão classificados para as quartas de final e deixaram a sua marca no Grupo C. HerrDenker é coach de Hearthstone na organização estudantil e conta como conheceu Sharhappynes.   

Uma vez a gente fez um evento na faculdade para divulgar

nosso time de Hearthstone. Eu fui desafiar um pessoal,

já na cabeça que eu era o melhor ali – e nisso eu conheci o Orandis.

Eu tomei uma surra dele (risos). E eu fiquei tipo…”caraca”.

Meus amigos que estavam do lado me falaram: “o cara tem todas as douradas,

você encontrou alguém que realmente joga esse jogo!”

HerrDenker sobre como conheceu Sharhappynes

Até então, eu tinha ouvido falar das WasDevils mas não sabia

que havia o time de Hearthstone. E foi ai que a gente começou

a jogar os torneios, começando pelo 1º Split de 2017 do TUES.

Sharhappynes complementa

Os treinos dos taverneiros da WasDevils acontecem durante os finais de semana, em que praticam, planejam jogadas e preparam deques com a ajuda de outro membro do time que, apesar de não competir o torneio, tem peso nas decisões da dupla. De olho no grande prêmio, HerrDenker diz que o treino já foi intensificado e arrisca que, mesmo com a dificuldade, eles tem grande chance de alcançar a vitória. A confiança vem da experiência acumulada e a superação dos erros cometidos no 1º Split, explica Sharhappynes.

Estamos bem confiante que a vamos fazer um bom campeonato.

Da última vez o nosso erro foi na montagem dos deques.

O torneio começa muito antes das partidas: a montagem dos deques é essencial.

Sharhappynes sobre os erros do 1º Split

 

A AAAETA da Unicamp Limeira fez a sua estreia no TUES com a dupla João Paulo “EletricSheep” Negreiros e Marcos Paulo “VermeioMP” Zamboim. Estudantes de períodos diferentes, eles mantém a rotina de jogar separadamente ao final do dia, mantendo contato para decisões em partidas. EletricSheep conta qual foi o maior desafiante que a dupla encontrou na sua passagem pelo Torneio.  

Para nós, a WasDevils foi a maior desafiante.

Os deques deles eram feitos de cartas básicas e

mesmo assim eles as usaram muito bem.

EletricSheep sobre a WasDevils

A AAAETA conta que participar da modalidade de Hearthstone foi uma oportunidade para conhecer o potencial do cenário universitário de esports, e esperam vir com tudo para o próximo Split.

Para mim foi uma experiência única porque eu não tinha participado

antes de nenhum campeonato. A oportunidade de enfrentar adversários

de alto nível foi uma boa experiência.

EletricSheep sobre o TUES

Eu achei que o TUES é um campeonato muito bem organizado.

Com certeza quero participar de novo, se eu tiver a oportunidade estarei lá!

Espero que o semestre seja mais tranquilo e que

possamos alcançar melhores colocações.

VermeioMP sobre o TUES

 

Helena Nogueira

Assessoria de Imprensa